ATRATIVOS CULTURAIS - INSTITUIÇOES HISTÓRICAS E CULTURAIS


1 Tipo
Centro Cultural, Outro

2 Atividades Complementares
Galeria de Exposições, Outro
Mini auditório

3 Dados cadastrais
Nome Oficial:
Instituto de Memória e Pesquisa Pretos Novos
Nome Popular:
Cemitério dos Pretos Novos
Endereço:
Rua Pedro Ernesto, 36/34/32
Bairro:
Gamboa
CEP:
20220-350
Telefone: (21) 2516-7089 Ramal:
Website: www.pretosnovos.com.br
E-mail: contato@pretosnovos.com.br


4 Natureza
Associação ou ONG local

5 Características do Imóvel
Importância Histórica

6 O imóvel possui


7 Área aproximada do imóvel 200 m².

Ano do fim da construção: 1866

Utilização inicial do imóvel: Residência

8 Tombamento / Proteção do imóvel

Municipal

9 Estilo de arquitetura do imóvel
Eclético

10 Estado de conservação do imóvel

regular

11 Sinalização urbana de acesso

péssima

12 Sinalização turística de acesso

inexistente

13 Serviço de transporte público

ótimo

14 Acesso para portadores de necessidades especiais

parcialmente adaptado

15 Visitação

interna, visitas pré-agendadas

16 Horários de visitação

Dias e horários: De segunda-feira a sábado de 16h às 22h.

17 Ingresso ?

Grátis
Valor normal:
Valor c/desconto:

18 Regulamentos de visitação



19 Origem dos visitantes/turistas

locais


20 O local apresenta serviços ao visitante de
catálogos / folhetos, visitação guiada pré-agendada

21 Duração média da visita 30 min.

22 Histórico do imóvel


23 Uso anterior do imóvel
O Imóvel serviu como residência durante muitos anos, depois tornou-se gráfica e posteriormente ficou abandonado até os anos 80 quando retornou a ser moradia de Mercedes e Petrúcio.

24 Histórico da Instituição
Tudo começou com a reforma da casa... Mercedes e Petrúcio, moradores da Rua Pedro Ernesto 36, dispostos a reformarem a casa em que viviam há anos, acabaram encontrando um sítio arqueológico bem abaixo de seus pés. O susto inicial, que ossadas, dentições e toda sorte de fragmentos de ferro e cerâmica podem causar, aturdiu o casal. Em princípio pensaram na ocorrência de uma chacina, depois foram atrás dos fatos, quando descobriram que aquela região abrigava cemitérios de pretos novos. Cativos que não agüentavam a lúgubre travessia pelo Atlântico a bordo dos navios negreiros, eram enterrados ali sem choro nem vela. A descoberta mudou a vida do casal, que reconheceu o fato histórico e se viu como proprietário de um sítio arqueológico. O casal não queria guardar a preciosidade da descoberta somente para desfrute dos seus, a idéia era dividir o achado com a sociedade e divulgar a história dos pretos novos, vinda à tona por meio daquelas ossadas e pertences. Para tanto, Mercedes e Petrúcio começaram um calvário burocrático e financeiro, que os obrigou até a empenharem móveis e jóias de família. O esforço durou anos e valeu a pena, pois em 2005 o Instituto dos Pretos Novos passou a ser pessoa jurídica. O Cemitério dos Pretos Novos ou Instituto surgiu com a missão de resguardar a história e a memória daqueles que estão lá enterrados, para apresentá-las com respeito e dignidade. Atualmente recebem estudantes e todo tipo de visitantes que saem encantados com que aprendem e vêm, em seu charmoso e aconchegante salão. As peças encontradas estão expostas, esculturas e pinturas que remetem a cultura afro-brasileira podem ser apreciadas, e ainda existe a chance de uma boa prosa com a Mercedes e o Petrúcio, que sabem receber muito bem os visitantes!

25 Acervo em exposição ou para consulta
5.563 fragmentos encontrado nas escavações do terreno. Dentre os fragmentos encontram-se crânio e ossos humanos, artefatos de cerâmica, vidros e metais. Quadros e objetos referentes a cultura afro.

26 Tipo de atividades e programação que promove
Eventos culturais, predominando apresentação de grupos musicais ou de artes cênicas, além de exposições de artes plásticas com o enfoque afro-brasileiro.

27 Exposições temporárias ou eventos programados para os próximos meses


28 Referências bibliográficas e documentos consultados
www.pretosnovos.com.br A Flor da terra: o cemitério dos pretos novos- Julio Cezar Medeiros da Silva Pereira.2008/Prefeitura.


* as informações acima podem sofrer alterações